A inteligência artificial é uma esfera da ciência da computação voltada para a compreensão e busca da imitação, em máquinas, do processo de solução de problemas cognitivos, os quais são feitos naturalmente pelo cérebro humano, tais como o reconhecimento de padrões e o aprendizado.

Pode até não parecer, mas esse tipo de tecnologia faz parte do nosso dia a dia, como é o caso da inteligência artificial aplicada, que é muito utilizada em smartphones e tablets.

Para compreender como essa importante inovação pode contribuir para a gestão estratégica de RH, é só continuar a leitura!

Inteligência Artificial (IA) e RH?

Quando pensamos em inteligência artificial aplicada a uma empresa, em geral, lembramos de uma linha de produção automatizada. Porém, a Inteligência Artificial vai muito além disso. O uso dessa tecnologia pode ser usada em qualquer departamento de uma organização, inclusive no RH.

Inteligência artificial nos processos seletivos/recrutamento

Dentro da gestão de RH, a inteligência artificial pode ser utilizada para identificar um potencial candidato a uma vaga, tanto de maneira ativa (pesquisando o perfil de usuários do LinkedIn, por exemplo) quanto de maneira passiva (filtrando os currículos recebidos).

A partir de um critério predeterminado pelo setor, a Inteligência Artificial identifica o profissional que apresenta os requisitos desejados. Dessa forma, você acelera o processo de recrutamento e seleção e aumenta a possibilidade de acerto na contratação.

Durante o processo de seleção, a inteligência artificial pode estabelecer diversos parâmetros, os quais podem servir para mensurar o desempenho dos candidatos durante as entrevistas, dinâmicas e testes. Ao final desse processo, o software entrega um relatório com o nome dos participantes mais adequados para ocupar o cargo vago.

Inteligência Artificial nos procedimentos internos da empresa

Executando estratégias semelhantes, é possível traçar o perfil comportamental dos colaboradores que já estão na empresa. Com os dados fornecidos pela inteligência artificial, a empresa pode desenvolver estratégias internas mais eficientes, como: construção de um programa de treinamento; desenvolvimento de líderes; retenção de talentos; identificação da cultura interna, etc.

Ainda, com a junção de dados relevantes, a inteligência artificial tem a capacidade de proporcionar uma grande quantidade de conhecimentos em áreas como a avaliação de talentos, engajamento do colaborador e a produtividade dos colaboradores.

Em geral, esse tipo de informação parece bastante subjetiva e difícil de coletar, portanto, a IA surge como uma ferramenta interessante! Assim, as equipes de recursos humanos compreendem melhor seus time e conseguem prever as tendências da força de trabalho e as áreas com problemas em potencial.

Através da coleta de dados, incluindo os níveis de participação dos colaboradores, informações sobre o rendimento, feedback sobre a cultura e outros insights, a inteligência artificial pode prever ou identificar instantaneamente aspectos críticos da empresa e da equipe.

Essas previsões podem incluir tipos de colaboradores que terão mais sucesso, os que apresentam mais insatisfação ou problemas de rendimento.

Com todos esses benefícios, é fácil perceber que a inteligência artificial tem um grande potencial para ajudar os recursos humanos a enfrentar os desafios de liderança e gestão de talentos.

Não há dúvidas de que essa importante transformação ainda é incipiente e o mercado ainda irá evoluir muito para se adaptar às mudanças. Por isso, continue acompanhando nosso blog para ficar de olho em todas as novidades no setor de RH!