A pesquisa de Clima Organizacional é uma estratégia de gestão de pessoas usada como forma de manter o bom relacionamento empresarial entre as equipes, gerando mais produtividade e harmonia entre os setores, retenção de talentos e, consequentemente, o sucesso da empresa.

Muitas empresas passam por dificuldades geradas pelo clima desgastado e queixas dos funcionários. Esses conflitos podem ser evitados ou, ao menos, identificados, com a Pesquisa de Clima Organizacional.

Um ambiente de trabalho harmonioso é sempre benéfico para o colaborador, gera sensação de segurança, trabalho em equipe e estímulo por maior produtividade, sensações que, inevitavelmente, se refletirão nos resultados.

Quais os benefícios da Pesquisa de Clima Organizacional?

Foi-se a época em que o setor de recursos humanos trabalhava apenas com a gestão de documentos, contratações e demissões. Hoje, o RH tem papel extremamente estratégico nas organizações, executando funções voltadas para a manutenção do clima e cultura organizacional, acompanhamento de produtividade e satisfação dos colaboradores.

Nesse contexto, a Pesquisa de Clima Organizacional tem como objetivo mensurar o clima do ambiente de trabalho através de questionários. Assim, com dados em mãos, o RH estratégico tem insumos para planejar suas ações e estabelecer prioridades.

O departamento de RH da empresa consegue identificar, através da pesquisa de clima, alguns padrões comportamentais que podem estar gerando conflitos e problemas de convivência na empresa.

Com a pesquisa, os responsáveis podem ter uma noção realista da satisfação de seus colaboradores, evitando crises internas, dando suporte e subsídios para melhorias de forma geral na organização.

Outro resultado importante da aplicação de uma pesquisa de clima organizacional é a melhoria na comunicação. Gestores, equipe de RH e colaboradores sentem uma aproximação dos laços, facilitando a comunicação aberta entre eles. Propicia registro de queixas com mais facilidade e resolução de problemas com mais eficiência.

Dicas para uma pesquisa de clima eficiente

O ponto mais importante a ser reforçado, para que a sua pesquisa de clima seja de fato relevante, é lembrar-se que ela deve ser responsável por fornecer dados estratégicos. Portanto, não dá para fazer de qualquer jeito!

Tenha atenção na periodicidade de aplicação – sugere-se, caso o clima organizacional esteja bom, que a pesquisa seja feita trimestralmente. Todavia, é necessário estar atento ao contexto da empresa e fazer adaptações sempre que necessário

•    Defina o prazo para resposta e qual meio será mais eficiente para a aplicação da pesquisa: através de papel ou eletronicamente?

•    Defina minuciosamente o objetivo principal, para que consiga extrair a percepção individual.

•  Comunique para seus colaboradores o período de realização da pesquisa. Qualquer falha de comunicação, antes ou durante a aplicação, pode intervir nos resultados.

•  Demonstre ao colaborador que a principal intenção da pesquisa é tratar as questões de conflito para gerar benefícios em prol de todos. Que esse formulário não é somente canal de reclamação, mas sugestões e elogios também são bem-vindos.

•    Use diferentes tipos de métodos para a pesquisa: perguntas abertas, de múltipla escolha ou por notas.

•  Não esqueça que, embora a pesquisa possa ser respondida anonimamente, algumas especificações são de extrema importância para a validação da pesquisa, como por exemplo, área de atuação ou equipe.

•   Deixe um campo para comentários livres. O colaborador sentirá confiança em discorrer a sua opinião de forma mais completa, além de ter a oportunidade de abordar algum assunto que não foi perguntado ao longo da pesquisa de clima.

•  Compartilhe com todos os colaboradores o resultado da pesquisa. Isso gera sentimento de valorização da opinião. Assim, mantém-se a percepção de que a pesquisa será, de fato, utilizada para algo útil.

Algumas sugestões de perguntas interessantes para uma pesquisa de clima organizacional são:

1.      Recebo feedback sobre meu desempenho?

2.      Considero minha remuneração adequada à minha função?

3.      Minha equipe é amigável?

4.      Enxergo oportunidades de crescimento dentro da empresa?

5.      Confio na postura de liderança do meu gestor?

6.      Gosto de trabalhar nessa empresa?

7.      Me sinto respeitado pelos colegas de trabalho?

8.   Considero minha avaliação de desempenho adequada?

9.    Meu trabalho contribui para os resultados da minha equipe?

10.  Há reuniões periódicas na minha equipe?

11.  Sou reconhecido pelo meu trabalho?

12.  Tenho abertura para sugestões pertinentes ao meu setor?

13.  Considero suficiente os prazos a mim estipulado para entrega das atividades?

14.  Considero o ambiente de trabalho e infraestrutura adequado?

15.  A empresa investe no meu aprendizado e crescimento profissional?

Aplicando a Pesquisa de Clima Organizacional adequadamente, pode-se ter um divisor de águas dentro da empresa. Os colaboradores irão se sentir confortáveis e valorizados e poderão expressar a opinião mais sincera possível!

Apenas assim é possível fazer uma gestão de RH pautada por dados e não “achismos”. O que achou das dicas? Para acompanhar mais conteúdos como esses, é só nos acompanhar nas redes sociais!