Escolha uma Página

Como Confúcio, um sábio pensador Chinês já dizia: “Faça o que você ama e você não trabalhará um dia.” Essa é uma frase muito dita por inúmeros profissionais mas será que é realmente isso que acontece?

Será que só trabalhar no que gosta basta?

Não estou dizendo que a frase não faz sentido. Ela faz, e muito, mas também acredito que a felicidade no trabalho está envolvida com mais atributos do que só fazer o que gosta. Sim eu acredito que quando alguém está fazendo o que gosta, o tempo é relativo, os resultados são mais significativos, as horas passam mais rápido e o corpo reage de forma mais positiva e com mais energia há aquilo que está sendo feito.

Até mesmo se o profissional estiver num cenário onde o trabalho é indesejado, cada minuto que passa é um sacrifício e sua saúde mental, física e emocional estiverem abalados, seus resultados não serão bons para a empresa. E assim o aumento de turnover, presente ismo e a eficiência despencam.

Por isso que, além de gostar e/ou amar o que faz, ter um ambiente de trabalho aconchegante, com boas energia e ser um lugar de inspiração e motivação para seus colaboradores é tão quão importante para o eficiência da equipe e desenvolvimento da empresa. Afinal, está provado que pessoas felizes produzem mais e melhor.

E é por esse motivo que cada vez mais as companhias têm investido em felicidade de trabalho para seus colaboradores. Seja com palestras motivacionais, presentes para funcionários em datas especiais e/ou software para medir a felicidade de cada colaborador individualmente para assim ter um melhor controle da equipe e identificar mais fracos.

Tendo em vista o que foi dito, você realmente sabe o que é felicidade no trabalho?

Felicidade no trabalho é um estado de realização e emoções positivas associadas a atividade profissional. Obviamente que o conceito de felicidade é muito subjetivo e varia conforme a experiência e as motivações de cada indivíduo/colaborador.

De acordo com o especialista em felicidade Nic Marks, a melhor definição de felicidade seria “uma abreviação de uma ótima experiência, que resume a qualidade das vivências no trabalho diário”.

De acordo com o autor do livro The Happines Manifesto (Amazon Services, 2011), a felicidade no ambiente de trabalho pode ser descrita em três sentimentos;

• Entusiasmo – é um estado de energia elevado que incentiva as pessoas a criar e buscar a inovação, mobilizando esforços em equipe;

• Interesse – é o que define o foco no trabalho, ajudando a manter o compromisso com as tarefas e a responsabilidade com os objetivos do negócio.

• Contentamento – é uma emoção subjetiva, que se traduz na satisfação em fazer um bom trabalho e orgulho da profissão como um todo.

Ou seja: é o conjunto de emoções, sentimentos e percepções que sentimos durante o expediente que define o nosso nível de felicidade no trabalho e consequentemente afeta diretamente a produtividade de cada colaborador.

Uma pesquisa da Warwick University, do Reino Unido, concluiu em um estudo que trabalhadores felizes são 20% mais produtivos que os não-satisfeitos.

Com isso, é possível alcançar a felicidade de todos os colaboradores no ambiente de trabalho?

A resposta é sim, é possível. Mas alcançar a felicidade plena de todos os colaboradores da companhia não é uma tarefa fácil. Já que existe uma série de fatores que pode mudar de uma pessoa para outra.

Por exemplo, há profissionais que sabem lidar muito bem com pressão e até preferem um ambiente assim para serem mais motivados e produtivos. Entretanto, há pessoas que não gostam de se sentirem pressionadas e ficam ansiosas, desta forma prejudicando seu desempenho e produtividade.

É óbvio que toda empresa de certo modo lida com pressão para bater meta, gerar lucros e obter bons resultados. Mas cabe ao gestor saber a personalidade de cada colaborador para liderar da melhor forma possível cada um de sua equipe.

De forma geral, a felicidade no trabalho pode ser encontrada no seguinte ambiente:

  • Quando você faz parte de uma equipe motivada, contente e que sabem que um trabalho em equipe trás resultados muito mais expressivos;
  • Boa remuneração financeira, seja nos salários ou a possibilidade de bônus por desempenho, isso faz com que o colaborador se sinta valorizado pelo seu esforço;
  • Um bom líder, que sabe motivar, reconhece o esforço, dá crédito a boas ideias e sabe escutar sua equipe;
  • Condições boas de trabalho: instalações de qualidade, planejamento para evitar horas extras, facilidade para chegar no escritório
  • Boa saúde financeira da empresa: mercado aquecido, empresa se destacando

Como foi dito, não é algo fácil de se fazer para encontrar a felicidade no trabalho, afinal são vários fatores a serem observados. Mas com emprenho e a ferramenta certa esse trabalho pode se tornar muito mais eficaz.

Como promover a felicidade no trabalho

Se você quer fazer a diferença na sua empresa como gestor e potencializar sua equipe para melhores resultados é bom investir na felicidade no trabalho e para te ajudar com essa tarefa, aí vai algumas dicas de como você pode deixar seus colaboradores mais produtivos.

1. Avalie o clima organizacional

Um dos primeiros passa para melhorar os índices de felicidade no trabalho é avaliar como está o clima da sua empresa. Para isso, você pode efetuar uma pesquisa de clima e fazer um diálogo sobre o grau de engajamento, satisfação e motivação dos seus colaboradores.

Para ter mais efetividade esse processo deve ser feto periodicamente, desta forma o gestor tem um controle de evolução dos índices de felicidade. Identificar os principais pontos que está prejudicando o desempenho da equipe e posteriormente melhora-lo.

2. Abra a comunicação

Uma comunicação aberta entre colaboradores e líderes também é um ponto importante para promover a felicidade no ambiente de trabalho. Por isso vale a pena ser uma comunicação transparente e permitir o livre fluxo de informações, proporcionando o livre arbítrio e integração entre as áreas e departamentos.

Uma ótimo forma de proporcionar uma comunicação aberta entre os colaboradores e líderes é um feed de interação digital para cada colaborador postar o que está sentindo, dar sugestões e discutirem soluções para melhorar os resultados da empresa.

3. Reconheça e dê feedback

O reconhecimento é um dos pontos mais importantes para incentivar um colaborador a produzir mais. Esse reconhecimento pode ser feito de inúmeras formas, tais como, premiações, homenagens, bônus e quaisquer estratégias que você possa usar para valorizar os seus colaboradores.

Por isso que o feedback de forma contínua, com o foco no desempenho e crescimento profissional trás bons resultados para a empresa. Pois o colaborador identifica seus pontos mais fracos e busca melhora-los para obter os reconhecimentos desejados.

Atualmente é implementado o Feedback 360º na qual, da mesma forma que o líder passa um observação a respeito do colaborador, cada membro da equipe, tem a possibilidade de dar um feedback construtivo ao seu líder para o mesmo identificar os pontos a serem melhorados ou potencializados.

4. Gamificação

Constantemente as pessoas se motivam quando jogam e ganham. Transforme tarefas em pontos e prêmios, quanto mais pontos, maior o engajamento. Faça com que as atividades a serem feitas por sua equipe se convertam em pontos e colocando Ranking de pontuação. Esse é uma forma divertida de fazer com que sua equipe fique mais focada no trabalho e potencializa seus resultados.

O ser humano é naturalmente competitivo, incentivar esse sentido para o trabalho, faz com que os colaboradores se tornem mais produtivos pois todos querem ganhar a recompensa no final do somatório da pontuação.

Mas vale ressaltar que essa deve ser uma maneira leve e divertida de trazer resultados.

5. Equilíbrio entre carreira e vida pessoal

Esse é uns dos pontos mais importantes e provavelmente um dos maiores desafios para um líder, pois o equilibro entre a carreira e a vida pessoal vai muito além de qualquer outra análise feita. Mas para ter um maior e melhor controle do que está acontecendo com cada colaborador, a melhor forma de saber isso é perguntando a ele.

Felizmente hoje temos ferramentas que nos auxilias nesse controle de gestão, na qual você tem todos esses pontos citados a cima e muito mais. Estou falando da plataforma e WEB e APP Felizz, atualmente considerada a plataforma mais completa do mercado, ela te oferece todos recursos possíveis para você como gestor ter o controle completo de sua equipe tanto em conjunto quanto individualmente.